sábado, dezembro 31, 2005

Weird, very weird

(via Blogotinha)

You Are 50% Weird
Normal enough to know that you're weird...But too damn weird to do anything about it!

Para todos


Que 2006 vos traga tudo o que desejam (ou, pelo menos, grande parte do que desejam), deseja a Maria... E não se esqueçam de comer as passinhas de uva à meia noite e um segundo (desta vez, até o Ano Novo chega atrazado... ). Um forte abraço, e a gente vê-se pró ano!

terça-feira, dezembro 27, 2005

A Nova Medicina

EXTRA!!!!

SÓ HOJE, PROMOÇÃO LIMITADA ÁS PRIMEIRAS 100 PERNAS PARTIDAS E 50 NARIZES A ESCORRER!!!!

Venha à Urgência do HOSPITAL DE SANTA TRETA e receba, COMPLETAMENTE GRÁTIS, três ligaduras, cinco supositórios tamanho XXL e um leitor de MP3 com o CD do Pedro Abrunhosa "Eu estou aqui porque o meu amigo Doutor só recebe o ordenado se me receitar umas aspirinas e assim" !

PROMOÇÃO LIMITADA!!!!

Neste Natal, seja caridoso - ajude um MÉDICO sem ordenado!!!!

(com os meus agradecimentos pessoais ao nosso brilhante e inteligentíssimo Ministro da Saúde, criador do espectacular e inovador sistema para atendimento em urgência hospitalar denominado "PAY PER VIEW" )

sexta-feira, dezembro 23, 2005

Be afraid... Be VERY afraid...

Esqueçam o Pai Natal - comecem a preocupar-se com o... PAPA-NATAL! Creeeepy.....

terça-feira, dezembro 20, 2005

Este Natal...



Queria voltar a engraxar os sapatos de toda a família, com a minha irmã, para estarem lindos para receberem as prendas do Menino Jesus...

Queria voltar a ouvir o meu Avô a cantar cantigas dos Natais da infância que passou no Salgueiro do Campo, enquanto fritava as filhós, volteadas com “garfo” de ramo de oliveira, sempre a mesma, queimado no final para que a Família se reunisse de novo no ano seguinte...

Queria voltar a sentir aquela euforia da espera, olhar vezes sem conta para o relógio de sala e ver a meia-noite aproximar-se, para cada um abrir os presentes - os mais velhos primeiro, e eu... sempre a última...

Queria ver o meu Pai abraçar a minha Mãe, no final da noite, porque “tudo correu bem na santa paz”...

Queria deixar o frio dos lençóis transformar-se em calor, ajudado pela “botija” cheia de água quente, fervente na panela de ferro da lareira, e sentir os pés escaldarem depois do frio do chão de mármore...

Queria comer filhós quentes com cacau, tarde da noite, e bolo-rei fresquinho, sem pensar se fazia mal ou não...

Queria ser criança, outra vez, e acreditar que tudo no Natal é verdade, é bom, é Família e é alegria...

Este Natal... Queria ter o colo da minha Mãe outra vez, e adormecer a ouvi-la cantar velhos fados de Coimbra com aquela tristeza na voz que só hoje entendo...


Queria saber que o meu Pai estava lá, onde sempre esteve, e que nada podia correr mal, nunca...

Este Natal... Quero ser menina outra vez.


(hoje estou assim... amanhã já me passa.)
Maria, 20/12/2005

domingo, dezembro 18, 2005

Posta com bolinha vermelha no canto superior direito:


Primeiro, estranha-se - depois... entranha-se...

Mago



Os mimos da D. Sância tinham-no desgraçado. Ah, mas a coisa ia mudar de figura! Estava farto de ser desfeitado. Ainda há bem pouco tempo... Chegara-se ao pé da mulher, disposto a impor a sua autoridade.

- Ouve lá, disseram-me que mos andas a pôr por aí com todo o mundo?!

E recebe esta pelas ventas:


- Bem haja eu!

- Bem hajas tu?!
- Nunca guardei respeito a maricas!...

Só a tiro! Mas a verdade é que a Faísca tinha razão. Lá de ano a ano é que vinha procurá-la, e isto de gado fêmeo quer assistência...

Além disso, pesadão, desconsolado. E até esquecido dos ganidos dessas horas... Uma vergonha!


- Aparece logo à noite, pelo Tinoco... Há reunião... E adeuzinho...
- Adeus, Lambão.

(...) Bons tempos esses! Namorava então a Boneca, uma gatinha-borralheira de a gente se perder.

- Ora viva!
- Miiau...

- Seja bem aparecida, a minha princesa!
- Miiau...


Mimo da cabeça aos pés. Mas um rebuçadinho! Depois, enrodilhara-se com a Moira Negra, um coiro velho, curtido e batido. Cada guincho que abria a noite!

- Cala-te lá com isso, mulher!...

Isso calava ela! Acabou por se aborrecer. Por fim, veio a lambisgóia da Perricha... Uns trabalhos. Ciúmes, fraqueza, dores de cabeça, o diabo!


- Matas-te, filho, arruínas-te...


Palavras sensatas da mãe.

- Muda de vida, homem! Essa excumungada leva-te à sepultura.

Mas o quê! O vício pode muito...


( "Mago", in "Miguel Torga, Contos", Ed. D. Quixote, 3ª Edição conjunta, Junho 2002)

sábado, dezembro 17, 2005

Um destes Domingos...


... Vou dar um passeio ao campo.

quarta-feira, dezembro 14, 2005

Qualidade

Nas minhas noites insomnes, em que aproveito, ora para por a costura em dia, ora para surfar na net sem descanço (mentira... não costuro nadinha de nada...), por vezes encontro coisas que vale mesmo a pena ler. Sendo eu adepta ferranha de um estilo de humor satírico, crítico, inteligente e irreverente, deliciei-me a escarafunchar estas duas delícias que encontrei, a saber:

- Inépcia : Como o próprio se auto-caracteriza, é um "E-zine satírico sem corantes nem conservantes". Eu diria mais: é um must ler este "inepto" Renato Carreira, seja lá ele quem for. Neurónios da melhor qualidade, todos juntinhos num site que dá gosto ler e desmembrar de princípio a fim. Em suma, a não perder e a ver em ( http://www.inepcia.com/ ).

2- Golpe de Estado - Humor, crítica, análise do quotidiano em linguagem simples, mas muitíssimo bem estruturada. Um dos melhores blogs que li últimamente. A ver em http://golpe-de-estado.blogspot.com/ .

Vou linkar os dois aqui nas Ostras, para as visitas regulares do costume.

Maria, 15/12/2005

terça-feira, dezembro 13, 2005

As iludências aparudem

O que é isto? Parecem... mas não são:


segunda-feira, dezembro 12, 2005

É impressão minha...


... ou o meu país arrisca-se a que o próximo Presidente da República seja eleito só para evitar que um dos candidatos do "já cá canta, já está no papo" ganhe? Será o próximo Presidente o... Presidente da BIRRINHA?

Isto tá mal... Tá mal...

Queen




Hoje estive a (re) ouvir Queen. Alguns morrem mesmo cedo demais - será que a arte faz a vida andar mais depressa, será que faz querer tudo, e mais ainda, mais cedo, mais urgente... sem a noção de que se corre, também, mais depressa para o fim?
De qualquer modo... foram eles que fizeram esta obra de arte:





Who wants to live forever?

There's no time for us
There's no place for us
What is this thing that builds our dreams yet slips away from us
Who wants to live forever
Who wants to live forever....?

There's no chance for us
It's all decided for us
This world has only one sweet moment set aside for us
Who wants to live forever
Who wants to live forever?

Who dares to love forever?
When love must die

But touch my tears with your lips
Touch my world with your fingertips
And we can have forever
And we can love forever
Forever is our today
Who wants to live forever
Who wants to live forever?
Forever is our today

Who waits forever anyway?

quinta-feira, dezembro 08, 2005

BDSM em Portugal

Muito bem feita, a reportagem do jornalista José Colaço na FOCUS desta semana (edição nº 321) sobre a comunidade BDSM em Portugal. Mais interessante ainda o facto de tal comunidade estar, finalmente, a ver a luz do dia "ás claras" através de uma revista de ampla circulação - e, pasme-se, através de uma reportagem isenta e não preconceituosa, como é habitual ver-se quando se trata desta área.

Os meus parabéns ao jornalista, pela isenção com que tratou o tema e pelo respeito que demonstrou ao apresentar os dados e as entrevistas como apresentou. Os meus parabéns à FOCUS, porque recusou rótulos fáceis e respeitou quem opta por uma sexualidade alternativa, sem prejuízo da sanidade mental socialmente aceite.

E o meu respeito e admiração por todos aqueles que têm a coragem suficiente para deixar o mundo ver que não se conformam com o "mais ou menos", com a "média", pela coragem de procurarem o que tantos e tantas de nós ansiamos e (ainda) temos prúridos em assumir e encarar de frente.
É bom saber que não estamos sós.

Um único reparo: faltou mais informação sobre o lado D/s das relações alternativas. Porque há BDSM com D/s, mas porque também existe D/s sem BDSM incluída, como escolha relacional consciente e de mútua troca de Dominação e submissão (mútua, porque tem de ser uma dádiva bilateral, ou não existe de todo). Fico à espera...

Maria, 08/12/2005

ATENÇÃO PAIS E MÃES !!!



TOYS R'US - 16,99 Euro
LOJAS CHINEZAS - 3,00 Euro

Quem é amiguinha, quem é?

quarta-feira, dezembro 07, 2005

Prendinhas 1

Este ano, vou pedir ao Pai Natal um jogo de Monopólio com umas alteraçõezitas ao design original...

domingo, dezembro 04, 2005

O problema...

... de acabar de vez com a a prostituição é que deixava os políticos todos órfãos de mãe...

Catecismo Revisitado


Não resisti... Roubei esta aqui : http://www.coiso.net/index.html
Adorei!

Os "outros" ricos

A Revista Forbes, na sua mais recente edição online (http://www.forbes.com/2005/11/29/forbes-fictional-rich_cx_mn_de_05fict15land.html ) publicou a lista ficcional das 15 maiores fortunas mundiais, com detalhes biográficos e localização geográfica incluídos. Vale a pena ler - no mínimo, genial.
O bem conhecido Tio Patinhas (Scrooge McDuck lá nas Américas) é o 6º da lista:




#6
McDuck, Scrooge
Net Worth: $8.2 billion
Source: Mining

Age: 80
Marital Status: Single
Hometown: Duckburg, U.S.A.
Education: Cluck U dropout.

Planet's wealthiest poultry in hiding due to fear of bird flu. Thought to be in "money bin," five-story tower in Duckburg that is world's largest repository of gold coins. As adolescent, moved to American West from native Scotland and amassed fortune in gold and copper. Keeps most of his money in bullion. Known to enjoy swimming in money. Literally. Likely heirs Huey, Dewey and Louie (grand-nephews) now living alone in Duckburg mansion. Absent Scrooge's supervision, Dewey spotted canoodling with Parrot Hilton. Reportedly wrote nephew Donald, a deckhand in U.S. Navy, back into his will. Member since 1947. -- Matthew Herper

sexta-feira, dezembro 02, 2005

Bad Timing


E se for fazer uma tatuagem, não se esqueça - vá sóbrio, ou...

... arrisca-se a acordar neste lindo estado...

Tormenta

(Joseph Turner, "Fishermen at Sea", Tate Gallery, London, UK)

TORMENTA

Um mar cinzento, de tempestade encapelada
Se agitou na noite. Súbitamente,
Uma sombra surge, enraivecida, calada.
Uma onda se levanta, gigantesca, gravemente,
E um som se ouve, canto de sereia enfeitiçada.

Um murmúrio de espanto, um olhar admirado
Formou-se nos olhos pardos do navegante.
Sereias? Nunca tal lhe havia contado
O mestre velho, o marinheiro errante
Que os sete mares vira e lhe houvera ensinado.

Estranha obra quela, estranho ser criado
Fora de todos os mundos, criado em agonia...
E, no entanto, assim surgindo integrado
No mundo do mar, dos Homens e da magia,
Para agora despontar, naquele deserto encapelado.

O canto da sereia, o encanto nunca ouvido
Assim o enredou, nas correntes do lamento.
E ao fascínio da sereia cedeu, vencido...
Ai, Marinheiro!... Foi o canto, foi o vento,
Foram as ondas? Ai... Marinheiro perdido...

Maria, 01/12/2005

Para que conste...

... Já me chateia a prepotência soarista e cavaquista, já me chateia a fúria demolidora socialista contra Manuel Alegre, já me chateia a verborreia inconsequente do Louçã e das suas teorias "free for all", já me chateiam as birrinhas do Pereira, já me chateia a eterna cara de zangado do Jerónimo...

TOU FARTA DESTA MALTA TODA!!!!
O MEU VOTO VAI PARA...
PATO DONALD E MAI NADA!!!!





my pet!


referer referrer referers referrers http_referer
Web Site Counter
Counters